A água alcalina e o tratamento de doenças

Foi publicado na revista Stroke, da American Heart Association, em agosto de 2014, que os indivíduos com níveis mais baixos de magnésio no sangue possuem um risco 34% maior de sofrerem um acidente vascular cerebral (AVC).

No mesmo ano, o Journal of Human Nutrition & Food Science publicou o seu estudo realizado com 14.388 homens e mulheres com mais de 20 anos. A pesquisa “Exame de Saúde e Nutrição Nacional nos Estados Unidos”, realizada entre 2001 e 2010, concluiu que através do aumento da ingestão de magnésio, houve melhorias nos tratamentos da hipertensão e nos níveis de glicose, colesterol, triglicerídeos, insulina e proteína C, além da diminuição da obesidade e do perímetro abdominal.

Além disso, todos os estudiosos das respetivas pesquisas afirmam que a melhor absorção de magnésio ocorre quando este está diluído em água alcalina. O uso de água alcalina magnesiana, juntamente com boas escolhas alimentares tem o potencial de reduzir o risco de diabetes, hipertensão, derrames, obesidade, problemas de colesterol e triglicerídeos. Uma ingestão de água rica em magnésio é uma estratégia extremamente inteligente para quem deseja melhorar a sua própria saúde, a da sua família e da população em geral.

Para saber mais sobre a água alcalina magnesiana, veja o nosso artigo especial que explica os 7 principais benefícios da água alcalina ionizada. 

 

admin